Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Futuro dos jovens está coberto de «nuvens cinzentas» mas «algo de novo e belo poderá acontecer»

O bispo de Angra, D. João Lavrador, considera que o futuro dos jovens que concluíram os cursos universitários está coberto de «nuvens cinzentas», mas está convicto de que eles, com esforço e renúncia, podem construir um novo ordenamento cultural.

«Seja no domínio do emprego digno e adequado a cada um de vós, seja na ordem económica e social, seja no domínio dos valores ou contra valores que hoje imperam na sociedade, sente-se que algo não está bem e urge alterar muitas das opções, critérios e situações com as quais nos defrontamos no dia a dia», aponta.

Na mensagem aos finalistas universitários proferida na missa de ação de graças a que presidiu em Ponta Delgada, publicada na página da diocese de Angra, o prelado acentuou que «a pobreza, a marginalização e a exclusão social de tantas pessoas» demonstram que a sociedade atual é «desumana».

«Todos estamos conscientes de que com o contributo de cada um de nós algo de novo e belo poderá acontecer no mundo de hoje. Vós sereis os construtores de uma nova ordem social na qual a paz, a justiça, a fraternidade autêntica, a igualdade, a verdade e o amor tomarão cidadania e penetrarão profundamente nas opções, nos critérios e nos valores da humanidade na qual nos integramos», apontou.

Para concretizar esses anseios, é preciso «coragem» para «resistir aos modelos de facilitismo e de sucesso», enveredando «pela verdade, pelo amor, pela justiça e pela paz», sublinha o presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, que tutela o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

«Considerai sempre a outra pessoa como verdadeiramente irmã e a merecer a sua dignidade respeitada e promovida; lutai contra toda a autossuficiência, egoísmo e domínio sobre os outros; fazei da vossa vida um constante serviço à pessoa e à sociedade», apelou D. João Lavrador.



 

SNPC
Fonte: Diocese de Angra
Imagem: Creatista/Bigstock.com
Publicado em 23.04.2018

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos