Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Lisboa

Pastoral da Cultura e Universidade Católica organizam colóquio sobre "A religião no espaço público"

A Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa e o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura vão organizar o colóquio "Do Edito de Milão à atualidade: A Religião no espaço público", com a participação do patriarca de Lisboa.

A iniciativa, com entrada livre, assinala o 17.º centenário da publicação do Edito de Milão, com o qual os cristãos do Império Romano adquiriram a tolerância para poder expressar publicamente a sua fé, após dois séculos de perseguições, torturas e execuções a que estiveram intermitentemente sujeitos.

O encontro, que decorre a 3 de dezembro em Lisboa, na Universidade Católica (auditório Cardeal Medeiros), começa às 10h00 com a sessão de abertura, seguindo-se a intervenção "L'Édit de Milan, um aboutissement et un début: le difficile apprentissage de la tolérance" (O Édito de Milão, um fim e um começo: a difícil aprendizagem da tolerância).

A conferência é proferida por Marie-Françoise Baslez, historiadora especialista em cristianismo das origens, membro da Associação Católica Francesa para o Estudo da Bíblia e autora de mais de uma dezena de obras sobre os primeiros tempos da Igreja, S. Paulo e literatura, política e economia na Grécia antiga.

Às 11h15 inicia-se a conferência "O Edito de Milão em 313 - Liberdade religiosa, tolerância e reconhecimento político", com Aires do Nascimento, professor catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Aires do Nascimento é membro da Academia das Ciências de Lisboa, Academia Portuguesa da História, Sociedade Internacional para o Estudo do Medievo Latino (Florença) e Academia de Belas Letras (Barcelona), entre outras instituições.

O programa prossegue às 12h15 com um painel de comentário constituído por Alexandre Sá, David Sampaio e José Rosa, com moderação de António Matos Ferreira, diretor do Centro de Estudos de História Religiosa (CEHR) da Universidade Católica.

Alexandre Sá, professor auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, especializou-se em Filosofia, Ética e Religião, tendo publicado mais cinco livros e duas dezenas de artigos.

Membro da Comissão Científica e da Direção do CEHR, David Sampaio é investigador de História contemporânea, História da missionação e História da Igreja na Antiguidade, bem como docente na Faculdade de Teologia da Universidade Católica.

José Rosa é professor auxiliar da Universidade da Beira Interior, onde leciona Filosofia Antiga, Filosofia Medieval e Filosofia da Religião, atividade que acompanha com a pesquisa nas áreas do Pensamento Antigo e Medieval, Fenomenologia Francesa, Filosofia e Fenomenologia da Religião.

O colóquio recomeça às 15h00 com a conferência "O cristianismo, matriz de liberdades", proferida por D. Manuel Clemente, que durante mais de três décadas foi professor de várias disciplinas na área da História na Faculdade de Teologia.

João Seabra e José Vera Jardim protagonizam a partir das 16h00 o painel "Liberdade religiosa e tolerância na atualidade", com moderação de Manuel Braga da Cruz, sociólogo e ex-reitor da Universidade Católica.

João Seabra, diretor do Instituto Superior de Direito Canónico da Universidade Católica, é autor da obra “O Estado e a Igreja em Portugal no início do séc. XX - A Lei da Separação de 1911”, versão simplificada da tese de doutoramento que apresentou na Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Urbaniana, em Roma.

Coautor da atual Lei de Liberdade Religiosa, José Vera Jardim licenciou-se em Direito, foi deputado à Assembleia da República em sete legislaturas e ocupou o cargo de ministro da Justiça.

O último ato do colóquio, marcado para as 16h45, é a apresentação do livro "Não nos esqueçamos de Deus", do cardeal italiano Angelo Scola, de que o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura já ofereceu um excerto, em pré-publicação (cf. "Artigos relacionados").

A obra vai ser apresentada por João Seabra e Eliete Duarte, diretora das Paulinas Edições, responsável pela publicação em Portugal.

Cartaz

 

Rui Jorge Martins
© SNPC | 27.11.13

Redes sociais, e-mail, imprimir

Religião no espaço público

 

Ligações e contactos

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página