Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Vaticano organiza primeira meia maratona multirreligiosa para a paz

Vaticano organiza primeira meia maratona multirreligiosa para a paz

Imagem Polifoto/Bigstock.com

O Conselho Pontifício da Cultura, departamento da Santa Sé, em parceria com o organismo Roma Capitale, organizam a 17 de setembro a primeira meia maratona multirreligiosa para a paz.

O objetivo desta «manifestação desportiva popular» é «promover o conhecimento da riqueza cultural e religiosa da cidade e favorecer a integração entre as várias comunidades religiosas presentes no seu território», refere uma nota de imprensa.

A Santa Sé e a capital italiana pretendem reforçar «os laços culturais já existentes, abertos à nova realidade multicultural e multirreligiosa» da cidade, prossegue o comunicado, adiantando que a corrida passará a realizar-se anualmente.

«Inspirada na tradicional peregrinação das sete igrejas, itinerário religioso, artístico e cultural de longa tradição na capital, esta manifestação visa ligar lugares de culto emblemáticos» de Roma, «pertencentes a várias confissões e comunidades religiosas», esclarece o texto.

O percurso, aberto a todas as confissões religiosas. passará pela mesquita, sinagoga e igrejas cristãs, bem como outros espaços de culto presentes em Roma, ao longo de pouco mais de 21 km, a distância de uma meia maratona.

Aos dois promotores juntaram-se na colaboração as comunidades islâmicas e judaica, que contam com a organização técnica da Federazione Italiana di Atletica Leggera, que assegura a assessoria quer na parte competitiva quer na secção não competitiva.

«É verdadeiramente magnífica, nas intenções e na sua realização, a primeira meia maratona multirreligiosa para a paz. Uma iniciativa de que estamos particularmente orgulhosos e felizes, porque nos ajuda a favorecer o diálogo e a integração entre as várias comunidades religiosas presentes em Roma e toda a cidade», declarou a presidente da Câmara Municipal.

O evento, sublinha a primeira mulher a ocupar o lugar mais alto da autarquia romana, Virginia Raggi, contribui para «tornar mais sólidos os sentimentos de união e fraternidade já existentes há séculos, tornando-os sempre atuais e presentes»,

«Só no percurso comum, no respeito das diversidades de cada pessoa a nossa comunidade poderá crescer mais forte e solidária, pronta a acolher os desafios que se fazem cada vez mais árduos e urgentes», apontou.

Ao voltar a «percorrer simbolicamente o caminho dos peregrinos» que chegam a Roma de todo o mundo, «a cidade será uma vez mais protagonista daquela tessitura que fala aos outros com as palavras da paz e da solidariedade, do diálogo e do respeito», declara a autarca.



 

SNPC
Fonte: Comunicado de imprensa
Publicado em 24.03.2017

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos