Vemos, ouvimos e lemos
Música

Concerto espiritual

Anne-Sophie Mutter é a protagonista de um dos melhores discos de 2008 no qual reúne a forte espiritualidade de dois autores separados por três séculos.

Naquela que é a sua primeira gravação de peças de Bach para a Deutsche Grammophon, oferece uma leitura comovente de dois concertos para violino. A profundidade interpretativa é inquestionável e em nenhum momento a violinista, ou os Solistas de Trondheim que dirige, tenta dar nas vistas, como acontece regularmente em recentes gravações do repertório Barroco. Numa linha de forte expressividade, e sobretudo com uma escolha de tempos extremamente adequada que nem está muito na moda, Mutter alcança uma versão de excelência.

Mas a obra que mais destaque dá a este CD é In tempus prasens que a compositora russa Sofia Gubaidulina escreveu para Anne-Sophie Mutter e que é aqui gravada em estreia mundial. Escrito entre 2006 e 2007, este concerto para violino e orquestra é uma obra-prima genial, absolutamente atual mas dentro de uma linha expressiva que não estabelece qualquer tipo de rutura com a grande tradição do repertório erudito.

As ligações de Gubaidulina à obra de Bach são recorrentes. Já no seu anterior Concerto para violino, ao qual chamou Offertorium, utilizava o tema da Oferenda Musical, o qual oferecia gradualmente como sacrifício.

A nova obra tem igualmente forte sentido de espiritualidade, quer no deambular entre a luz e as trevas, quer em elementos de escrita que nos remetem para a retórica do barroco, tais como os uníssonos que representam a unidade do divino. A inclusão de motivos relacionados com a ideia do destino na parte da orquestra, aos quais o violino tenta escapar num delírio de virtuosismo, é um outro exemplo com um resultado dramático fabuloso, bem como o final triunfal do concerto.

Pela obra em estreia e pela prodigiosa atuação dos intérpretes sob a direção de Gergiev, este é um dos melhores discos de 2008.

 


A reprodução começará automaticamente. Por favor aguarde pelo carregamento do ficheiro.

Rui Pereira

in Público, 12.12.2008

19.02.2009

 

Subscreva

 

Topo | Voltar | Enviar | Imprimir

 

 

barra rodapé

Capa do CD

Bach - Gubaidulina

Intérpretes
Anne-Sophie Mutter
Solistas de Trondhiem
Orquestra Sinfónica de Londres

Duração
63'38

Ano
2008

Editora
Deutsche Grammophon

Referência
DG 477 7948

Edição mais recente do ObservatórioOutras edições do Observatório
Edição recente do Prémio de Cultura Padre Manuel AntunesOutras edições do Prémio de Cultura Padre Manuel Antunes
Quem somos
Página de entrada