/head Caminho de Santiago bate recorde de peregrinos, rota portuguesa entre as que mais crescem | Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Caminho de Santiago bate recorde de peregrinos, rota portuguesa entre as que mais crescem

Os caminhos que conduzem à catedral de Santiago de Compostela, no norte de Espanha, vão pelo terceiro ano consecutivo bater o recorde de peregrinos, com cerca de 350 mil chegadas à capital galega, destacando-se nestes números o crescimento da rota que sai de Portugal.

Em 2017 foi ultrapassado pela primeira vez o limiar dos 300 mil peregrinos, e em 2018 chegou-se aos 327 378, sem que tivesse ocorrido o Ano Santo, que voltará a celebrar-se em 2021, e que não sucede desde 2010.

Até 30 de novembro de 2019 foram emitidas 344 352 “compostelas”, documento comprovativo que o peregrino percorreu pelo menos 100 km a pé ou 200 a cavalo ou de bicicleta.

Para preparar o Ano Santo – que se assinala quando o 25 de julho, dia em que a liturgia católica evoca o apóstolo S. Tiago –, será proposta, pelas instituições estatais e pela Igreja, uma média de dez atividades diárias a partir de 1 de janeiro até 31 de dezembro de 2021.

A presença de peregrinos internacionais é cada vez maior, nomeadamente dos EUA, Alemanha, Itália, Portugal e França, bem como de origens mais distantes, como Coreia do Sul, Japão e Rússia, num total de mais de 180 países.

Desde a estreia, em 2010, do filme “TheWay”, protagonizado por Martin Sheen, de origem galega, e com um dos seus filhos, Emilio Estévez, que também assinou a realização, o número de peregrinos dos EUA tem crescido continuamente.

A visita da chanceler alemã, Angela Merkel, a Santiago, em 2014, onde percorreu uma parte do Caminho com o então primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, também contribuiu para o aumento da popularidade da rota na Alemanha.

Mais de metade dos peregrinos chega a Compostela através do Caminho Francês, mas nos últimos anos observou-se um crescimento acentuado da rota portuguesa, entre outras.

O arcebispo de Santiago, D. Julián Barrio, afirmou que estão cumpridos todos os trâmites para o convite dirigido ao papa Francisco no sentido de visitar a cidade em 2021, sucedendo a Bento XVI, que esteve em Santiago de Compostela em novembro do Ano Santo de 2010.


 

EFE
Trad.: Rui Jorge Martins
Imagem: Formatoriginal/Bigstock.com
Publicado em 02.01.2020

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos