Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Concerto apresenta “Poemas de Santa Teresa de Ávila em fado”

A sé de Évora acolhe a 19 de maio um concerto em fado evocativo da mística e poetisa Santa Teresa de Ávila, espetáculo que foi preparado para assinalar o quinto centenário do seu nascimento, ocorrido em 2015.

«É a primeira vez que uma poetisa de língua castelhana se canta em fado, unindo-se desta forma as duas culturas da Península Ibérica», destaca a página da arquidiocese eborense.

O programa, organizado pelo Cabido da sé e marcado para as 17h00, inclui alguns dos poemas mais conhecidos de Santa Teresa, para «homenagear» uma figura que «no presente continua a seduzir muitos que na sua vida procuram Deus como plenitude de vida».

Interpretados pelo luso-espanhol Juan Santamaria, serão cantados poemas «em que o mistério da vida e da morte se entrelaçam e que são sempre iluminadores destas realidades humanas que a todos dizem respeito».

A arquidiocese de Évora salienta que Juan Santamaria deve a Amália Rodrigues o facto de ter abraçado a carreira: «Foi ela que, ao ouvi-lo cantar, lhe reconheceu qualidade e talento e o lançou na atividade artística».

O seu álbum mais recente, “Poemas de Santa Teresa de Jesus” em fado, foi estreado na catedral de Santiago de Compostela, tendo já sido apresentado em sés, igrejas, conventos e espaços culturais de Espanha e Portugal.

Nascida em 1515, Santa Teresa de Ávila foi dotada de talentos excecionais. Fugindo de casa, entrou com 20 anos no Carmelo de Ávila, em Espanha, embora tivesse de esperar muito tempo até àquela que chamou de sua «conversão», aos 39 anos.

À mais alta contemplação de Deus, uniu intensa atividade de reformadora da ordem do Carmelo, inclusive no ramo masculino. Morreu em 1582, tendo sido declarada santa em 1622. O papa S. Paulo VI proclamou-a, em 1970, Doutora da Igreja.


 

Rui Jorge Martins
Fonte: Arquidiocese de Évora
Publicado em 08.05.2019

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos