Breves
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Espiritualidade e cultura marcam Semana Santa em Santa Maria da Feira

Concertos, encenações, visitas guiadas e celebrações evocativas da Paixão de Cristo marcam a Semana Santa em Santa Maria da Feira, organizado pelo município em colaboração com a paróquia e outras entidades civis e religiosas.

A programação começa esta sexta-feira com a peça musical “O Nazareno”, recriação do Orfeão da Feira a partir da obra original de Frei Hermano da Câmara, que volta a ser exibida no sábado, sempre às 21h30, no auditório da Tuna Musical Mozelense.

A entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, que o Evangelho evoca no Domingo de Ramos, vai ser representada a 13 de abril, às 15h30, num percurso que passa pelas ruas da cidade localizada no território da diocese do Porto.

Na segunda-feira, pelas 21h30, a peça “As sete palavras de Cristo na cruz”, de Charles Gounod, vai ser interpretada na igreja dos Passionistas pelo Coro do Mosteiro de Grijó, com encenação do Grupo Gólgota.

O mesmo grupo é o responsável pela evocação encenada da Última Ceia de Jesus, a agonia no Jardim das Oliveiras e a presença diante do Sinédrio, que está prevista para quarta-feira, às 21h30, nos claustros da igreja matriz.

Contígua ao Convento dos Lóios, a igreja matriz, construída no século XVI em estilo maneirista, vai ser objeto de uma visita guiada no sábado (às 10h00 e 15h00), enquanto que a igreja da Misericórdia (séc. XVIII) está aberta para o mesmo efeito na quinta e sexta-feira, pelas 15h00.

Na Quinta-feira Santa realiza-se a “Procissão do Triunfo das Endoenças ou Ecce Homo”, num percurso que a partir das 21h30 une a igreja da Misericórdia e a matriz.

Também à mesma hora, mas na Sexta-feira Santa, decorre a via-sacra, evocação orante do caminho percorrido por Jesus entre a condenação e a sepultura, ao longo de 14 estações, distribuídas entre o Palácio da Justiça e o castelo de Santa Maria da Feira.

O programa termina no Sábado Santo com um concerto na igreja matriz, em que vai ser interpretada a obra “Stabat Mater”, de Pergolesi, com os solistas Iria Perestrelo e Márcio da Rosa, e a Art’ Orchestra Ensemble, dirigidos por Hélder Tavares.

FotoSanta Maria da Feira. Foto: D.R.

 

Rui Jorge Martins
© SNPC | 11.04.14

Redes sociais, e-mail, imprimir

ImagemVia-sacra
Santa Maria da Feira
Foto: D.R.

 

 

Artigos relacionados

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página