Vemos, ouvimos e lemos
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Diálogo inter-religioso

Padre Tolentino Mendonça e rabi Eliezer di Martino comentam filme "O cardeal judeu"

O padre José Tolentino Mendonça, biblista e diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, e Eliezer di Martino, rabino na sinagoga Shaaré Tikva (Portas da Esperança) de Lisboa vão comentar em conjunto o filme "O cardeal judeu" ("Le métis de Dieu").

Moderado pelo jornalista António Marujo, o debate agendado para 30 de março, às 17h30, marca o encerramento da "Judaica", 2.ª Mostra de Cinema e Cultura que decorre a partir do dia 27 do mesmo mês no cinema São Jorge, em Lisboa, revela o site da iniciativa.

O filme de 90' realizado em 2012 pelo cineasta francês Ilan Duran Cohen conta «a surpreendente história de Jean-Marie Lustiger, filho de emigrantes judeus polacos em França, que manteve a sua identidade cultural judaica mesmo depois de se converter, ainda jovem, ao catolicismo e de ser ordenado padre».

Lustiger (1926-2007), nomeado arcebispo de Paris pelo papa João Paulo II, procurou estabelecer «uma nova postura que respeitasse a sua dupla identidade enquanto judeu católico, o que lhe granjeou amigos e inimigos de ambas as facções».

Eliezer di Martino, nascido em Roma, foi estudar aos 20 anos para o Centro Sefardita Shehebar, em Jerusalém, onde recebeu a ordenação rabínica e se tornou hazan (líder espiritual) e shochet (talhante de ritual judaico).

A primeira cidade onde habitou em Portugal foi o Porto, tendo-se mudado depois para Lisboa, cidade onde ocupa, desde 2006, o lugar de rabino na sinagoga Shaaré Tikva.

A "Judaica", que conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República, traz até Lisboa filmes e documentários recentes de vários géneros, na sua maioria em estreia absoluta, além de debates, propostas literárias e provas de vinhos, chocolates e produtos kosher.

Os escritores Richard Zimler e Francisco José Viegas, os historiadores João Medina e Jorge Martins, a diplomata Manuela Franco e o cineasta Ziad Doueri integram a lista de convidados, num programa que inclui uma feira do livro com obras de autores e temáticas judaicas, e uma sessão dedicada à Rede de Judiarias de Portugal.

"A Lua é judia" (de Michal Tkaczynski), "O atentado" (Ziad Doueri), "O último voo de Petr Ginz" (Sandra Dickson), "Os judeus e o dinheiro - Investigação de um mito" (Lewis Cohen), "Fim de temporada" (Franziska Schlotterer) e "O espelho lento" (de Solveig Norlund, curta-metragem baseada num conto de Richard Zimler) são alguns dos filmes em cartaz.

A agenda compreende ainda a homenagem ao polaco Jan Karski, no centenário do seu nascimento, que em 1942, em plena II Guerra Mundial, percorreu vários continentes, para informar os líderes ocidentais de que o Holocausto decorria em pleno.

 

 

 

Rui Jorge Martins
© SNPC | 03.03.14

Redes sociais, e-mail, imprimir

Capa DVD

 

 

Artigos relacionados

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página