Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosLigaçõesBrevesAgenda Arquivo

Cinema

IndieLisboa 2010: Deliberação do Júri Signis Portugal

O Júri Signis-Portugal salienta a extraordinária vitalidade que o Cinema Português, na diversidade das suas gramáticas e formatos, mostrou nesta edição do Festival. 

Refere com uma Menção Especial a curta-metragem “Nenhum nome”, filme de estreia de Gonçalo Waddington, pela impressionante intimidade que empresta ao relato da trajectória humana.

E entrega o Prémio Signis - Árvore da Vida 2010 a Catarina Mourão, destacando o seu “Pelas Sombras”. Obra que dá a ver por dentro a vida e o pensamento de uma grande criadora deste tempo português, Lourdes Castro. Mas não só: dá a ver por dentro o próprio cinema como lugar de contemplação, reflexão e escuta. Num registo cheio de sensibilidade, Catarina Mourão constrói aqui uma comovente celebração da vida.

 

© SNPC | 02.05.10

Logótipo IndieLisboa 2010

 

 

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Subscreva

 


 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página