A teologia visual da beleza
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Pintura

Uma vela entre José e Jesus ilumina a confiança e a ternura

Porque é que esta imagem nos impressiona ao primeiro olhar? Sem dúvida do claro-escuro, que cria um ambiente de intimidade e meditação. A única fonte de luz, a vela, simplifica a cena ao separar o essencial do acessório. Na sombra, as sandálias e a túnica simples mostram-nos a humildade dos personagens; as ferramentas e as aparas de madeira dizem muito do duro labor do carpinteiro, curvado pela tarefa.

Mas a luz atrai a atenção para o essencial: a troca de olhares entre o idoso e a criança, dado que o quadro quer ser em primeiro lugar uma meditação sobre as idades da vida. O que repousa nestes olhares? No pai, uma benevolência plena de gravidade; a responsabilidade pela criança e pela sua proteção marcaram sulcos no seu rosto. Na criança, a confiança e a admiração.

Imagem

Penetrado pela realidade da incarnação, o pintor eliminou todos os sinais sobrenaturais que pudessem distinguir Jesus e S. José: nem auréola, nem nuvem de anjos, nem vestes majestosas – só a candeia lembra que esta criança é a luz do mundo.

Imagem

Por outro lado Georges de La Tour permite-nos ver que José e o filho adotivo tiveram uma vida normal, humildemente humana, habitada sem dúvida por grande cumplicidade. A criança, como todos os rapazes, sonha executar mais tarde a profissão do seu pai.

Imagem

José é também um extraordinário modelo de paternidade. As suas virtudes conformam-no ao Pai celeste, que nos criou para nos amar infinitamente e olhar por nós a partir do céu, com o mesmo olhar grave e benevolente.

São José (c. 1642), Georges de La Tour (1593-1652)

 

Emmanuelle Hénin
Especialista em História de Arte
In Prier
Trad.: SNPC
© SNPC | 01.05.13

Redes sociais, e-mail, imprimir

Imagem

 

Ligações e contactos

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Subscreva


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página