Vemos, ouvimos e lemos
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Dia Nacional 2014

Universidade Católica quer «inspirar o futuro» e «fazer tudo» para estar à altura do presente

Corresponder aos desafios atuais e "inspirar o futuro", lema que orienta as celebrações do Dia Nacional da Universidade Católica Portuguesa (UCP), que se assinala a 2 de fevereiro, constituem duas das prioridades da instituição.

«Temos um pacto com o presente e queremos fazer tudo, mas mesmo tudo, para estar à altura das suas exigências», sublinha a mensagem para a Dia Nacional, que menciona a pressão colocada «pelas dificuldades económicas e sociais» que Portugal atravessa.

O texto assinado pela reitora, Maria da Glória Garcia, vinca que a UCP quer colocar «o maior empenho em aprofundar, nos diversos âmbitos, uma cultura de excelência» que consolide «a posição da Católica no panorama universitário português e internacional».

Prestar «uma atenção incansável e redobrada às pessoas» e reforçar «a coesão e o impacto» da instituição enquanto «extraordinário projeto da Igreja portuguesa», constituem também metas apontadas na mensagem.

Referindo-se ao lema do Dia Nacional, a reitora frisa que a UCP quer «habitar a linha da frente» e intensificar os pontos fortes, ao mesmo tempo que investe «igual coragem e ambição em redimensionar o que são hoje os pontos mais frágeis».

«Queremos não só fortalecer o diálogo com o presente, mas queremos interpretar, antecipar e garantir as vias do futuro», assinala o mensagem, que apela à corresponsabilidade nessa missão.

A sessão solene do Dia Nacional da UCP, presidida pelo magno chanceler da instituição, o patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, realizou-se a 31 de janeiro, na sede da universidade, em Lisboa.

O programa previa a atribuição do grau "Honoris Causa" a Roberto Carneiro, a quem o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura entregou no ano de 2013, em nome da Igreja católica em Portugal, o prémio "Árvore da Vida - Padre Manuel Antunes".

Na mesma ocasião, segundo o programa, incluía-se a atribuição do mesmo grau a Arménio Miranda e Fernando van Zeller Guedes, «que desde o início demonstraram o maior empenho e dedicação à Escola Superior de Biotecnologia que comemora este ano os seus 30 anos», refere o site da UCP Porto.

Em Braga, o arcebispo primaz, D. Jorge Ortiga, preside a 2 de fevereiro à missa evocativa do Dia Nacional, às 11h30, na sé.

A Universidade Católica Portuguesa, criada há 47 anos, é reconhecida pelo Estado como instituição universitária livre, autónoma e de utilidade pública, tendo concedido graus a mais de 20 mil alunos.

 

Rui Jorge Martins
© SNPC | 21.01.14 | Atualizado em 01.02.14

Redes sociais, e-mail, imprimir

Cartaz

 

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página