Observatório da Cultura
Palavra de Deus

A Bíblia: entre culto e cultura

Há quarenta anos atrás, o Concílio Vaticano II determinava: «é preciso que os fiéis tenham acesso patente à Sagrada Escritura» (D.V. 22) - ela é «como que a alma» tanto da teologia (D.V.24), como da praxis cristã (D.V.21)! Tal afirmação suscitou uma grande energia no tecido eclesial. Estas décadas passadas contribuíram para alterar significativamente o modo como a Bíblia era olhada: a reforma litúrgica explicitou o lugar dela como centro da vida da Igreja; passou-se do uniforme predomínio da Vulgata para um incremento da tradução, aprofundamento e divulgação dos textos bíblicos; os estudos exegéticos conheceram um incremento notável e o seu valor foi sendo cada vez mais reconhecido no âmbito da comunidade científica e entre os fiéis; o diálogo ecuménico ganhou um firme pólo de união; o papel da Bíblia na Teologia aprofundou-se e contribuiu largamente para a renovação teológica; a “apropriação” da Escritura cimentou-se através de cursos, itinerários catequéticos, publicações especializadas, páginas na Internet...

O Sínodo de Outubro próximo, em Roma, sobre «A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja», bem como o anunciado Ano Paulino, contribuem para colocar, ainda com maior insistência, a Bíblia no centro da vida e da reflexão da Igreja. Ela é, por isso, o tema deste «Observatório».

 

© SNPC - 25.03.2008

 

 

Topo | Voltar | Enviar | Imprimir

 

 

 

 

 

barra rodapé

Imagem
At noon: God, let my thoughts
be gathered to you
Irmão Marc, Taizé
Edição mais recente do ObservatórioOutras edições do Observatório
Edição recente do Prémio de Cultura Padre Manuel AntunesOutras edições do Prémio de Cultura Padre Manuel Antunes
Quem somos
Página de entrada