Breves
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

A Igreja em Portugal e no mundo

Desemprego juvenil preocupa papa

O papa expressou hoje preocupação com o desemprego juvenil e a crise económica: «Corremos o risco de ter uma geração que não teve trabalho e do trabalho vem a dignidade da pessoa».

Em declarações aos jornalistas a bordo do avião que o transporta de Roma para o Rio de Janeiro, para a Jornada Mundial da Juventude, Francisco criticou a «cultura do descartável».

«Fazemo-lo muitas vezes com os mais velhos, e é uma injustiça, porque os deixamos de lado, como se não tivessem nada para dar; pelo contrário eles transmitem-nos a sabedoria e os valores da vida, o amor pela pátria, o amor pela família, todas coisas de que temos necessidade», referiu.

Francisco pediu a contribuição dos media na construção de uma humanidade mais fraterna: «Ajudem-me, colaborando pelo bem da sociedade, dos jovens e dos idosos».

Saiba mais

 

Padres devem centrar-se no essencial, frisa arcebispo de Braga

Foto

O arcebispo de Braga ordenou este domingo quatro padres no Santuário do Sameiro, tendo pedido ao clero que oriente a sua missão pelo «essencial que é a fé».

«Um dos maiores erro que os sacerdotes podem cometer é o ativismo pastoral», ou seja, «atestar» a agenda de «inúmeras atividades» que acabam por retirar «a tranquilidade indispensável a um serviço pastoral com qualidade», disse D. Jorge Ortiga.

O prelado sublinhou que é impossível agradar à totalidade do «tribunal popular»: “Se um padre prega durante mais de dez minutos, é um chato. Mas se prega em menos de dez minutos, é um apressado. Se é exigente pastoralmente, afasta as pessoas da Igreja. Se está na igreja, devia sair para visitar os paroquianos. E se os visita, nunca está na igreja para os acolher».

«Se é verdade que ‘a messe é grande e os operários são poucos’, só resta começar pelo essencial que é a fé, sem medo da crítica e do confronto intelectual. O mundo espera da Igreja uma mensagem diferente, nitidamente marcada pela fé que exige muita coragem», acrescentou.

Saiba mais

 

Liturgia precisa de «reforma» e «formação»

Foto

O 39.º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica, que hoje começa em Fátima, vai permitir aprofundar o alcance das reformas introduzidas há 50 anos pelo Concílio Vaticano II (1962-1965).

O Secretariado Nacional de Liturgia, que organiza o encontro, realça que «a reforma da liturgia reclama formação e conversão».

Saiba mais

 

Fonte: Agência Ecclesia
Edição: Rui Jorge Martins
© SNPC | 22.07.13

Redes sociais, e-mail, imprimir

Imagem

 

Ligações e contactos

 

Artigos relacionados

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página