Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Ata do júri do Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes 2019: José Mattoso

A 24 de abril de 2019 reuniu em Lisboa, na Universidade Católica Portuguesa, o júri do Prémio Árvore da Vida / Padre Manuel Antunes para ponderar e deliberar sobre a personalidade a distinguir no presente ano.

Compareceram os jurados Dom João Lavrador, Dom Américo Aguiar, Padre António Trigueiros, S. J., Maria Teresa Furtado e José Carlos Seabra Pereira; manteve-se em contacto Guilherme d'Oliveira Martins. 

Foram tidas em conta e debatidas sugestões de possíveis premiados, em particular a constante de proposta apresentada ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura pelo Prof. Doutor Walter Osswald, defendendo fundamentadamente a atribuição do Prémio a José Mattoso, figura cujo nome, aliás, já vinha sendo ventilado por membros do júri.  

Na sequência desse debate, o júri decidiu, por unanimidade calorosa, atribuir efetivamente a edição de 2019 do Prémio Árvore da Vida / Padre Manuel Antunes a José Mattoso, doutorado pela Universidade de Lovaina, grande historiador medievalista, pensador original da construção da identidade nacional, insigne professor universitário, diretor de altas instituições de arquivo e pesquisa, irradiante homem de espiritualidade cristã e de ação cívico-cultural - de algum modo culminante na publicação do seu fascinante livro Levantar o Céu

Assim, nesta décima quinta atribuição do Prémio Árvore da Vida / Padre Manuel Antunes, instituído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura em parceria com o grupo Renascença Comunicação Multimédia, o nome ilustre de José Mattoso vem enriquecer o elenco dos galardoados nas edições anteriores - o poeta Fernando Echevarría, o cientista Luís Archer S. J., o cineasta Manoel de Oliveira, a classicista Maria Helena da Rocha Pereira, o político e intelectual Adriano Moreira, o trabalho de diálogo entre Evangelho e Cultura levado a cabo pela Diocese de Beja, o compositor Eurico Carrapatoso, o arquiteto Nuno Teotónio Pereira, o pedagogo Roberto Carneiro, o jornalista Francisco Sarsfield Cabral, a artista plástica Lourdes Castro, o professor de Medicina e Bioética Walter Osswald, o ator e encenador Luís Miguel Cintra e o ator Ruy de Carvalho.


 

Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura
Imagem: D.R.
Publicado em 03.06.2019

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos