Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

  Novos livros: Novembro 2021 

Imagem

  Fabio Rosini 
  A arte de recomeçar 
«A vida implica muitos recomeços. E nem sempre é fácil recomeçar. Nesta obra, o Autor mostra como fazê-lo, tomando o texto bíblico da criação do mundo e do homem como referência e trazendo-o para o quotidiano do leitor. De um modo original e descontraído, mas muito sério.»
Saiba mais.

Imagem

  Timothy Radcliffe 
  A arte de viver em Deus 
«Conseguirá o Cristianismo, nesta época de descrença, mover ainda o coração dos seus contemporâneos? Timothy Radcliffe responde nesta obra que apenas uma “imaginação cristã” é capaz de resgatar a vida real em plenitude, e o Prefácio do Padre José Frazão Correia permite um aprofundamento, uma chave de leitura, da visão de Radcliffe. O grande obstáculo moderno à “imaginação cristã” não é o ateísmo secular, mas a sua pobreza e banalidade. Apenas uma vívida “imaginação cristã” conseguirá, enfim, reabrir o mundo à transcendência e ao sentido último da aventura de ser filho de Deus.»
Saiba mais.

Imagem

  Gabi Scherzer 
  A Bíblia em 5 minutos 
«Para contar as histórias da Bíblia da "mão para o coração". O livro sugere episódios do Antigo e Novo Testamento. Construindo ovelhas de lã ou baleias em cartão, os personagens da Bíblia e as suas grandes aventuras ganham vida. Para as diferentes histórias sugerimos propostas criativas que em cinco minutos apresentam, de forma concisa, clara e atraente, o essencial da narração bíblica. O que é breve agrada sempre mais! A finalidade é integrar a mensagem cristã na vida quotidiana e apoiar positivamente o crescimento da fé dos participantes. O amadurecimento da fé é uma tarefa de toda a vida. Por isso, este é de utilidade tanto para os pequenos como para os mais crescidos.»
Saiba mais.

Imagem

  Ricardo Figueiredo 
  A devoção dos cinco primeiros sábados 
«A devoção dos primeiros sábados ao Imaculado Coração de Maria é uma das manifestações da piedade mais difundidas pela fé do povo de Deus. Esta devoção já existia muito antes das aparições em Fátima, mas tomou outra perspetiva teológica e pastoral a partir deste evento que deixou marcas no coração do povo português, na Igreja e no mundo. Este livro, mais do que um devocionário, é «um passo fundamental na apresentação de uma síntese teológica que aponta para uma eclesiologia compreendida em chave mariológica. Este livro ajuda a redescobrir a devoção dos primeiros sábados e a dar o salto de crescimento e amadurecimento na fé cristã, na esperança redentora e santificadora e na caridade atuante.»
Saiba mais.

Imagem

  Jacques Phillipe 
  A felicidade onde não esperamos encontrá-las 
«O texto das Bem-Aventuranças é um texto extraordinário que resume toda a novidade e sabedoria do Evangelho e o seu poder de transformação profunda do coração do Homem e de renovação do mundo. É pois urgente revisitar esta promessa de verdadeira felicidade nove vezes repetida e contudo ainda tão distante da imagem que hoje se tem da felicidade. A mensagem das Bem-Aventuranças é a melhor resposta ao sofrimento que grassa no mundo atual. Elas revelam o verdadeiro rosto de Deus, cheio de ternura, misericórdia e humildade, e o caminho que propõem é o único eficaz para a maturidade humana, a liberdade interior e a pacificação dos corações. Os cristãos não poderão cumprir a sua missão neste mundo, levar a consolação do Espírito Santo aos corações feridos, abrir já neste mundo aos outros homens e mulheres as portas do Reino de Deus, se não puserem em prática as Bem-Aventuranças. É por isso urgente compreender as palavras que Jesus nelas profere e aplicá-las à vida quotidiana do nosso tempo. Este livro, pleno de sabedoria e perspicácia, é um guia precioso para atingir esse propósito.»
Saiba mais.

Imagem

  José Maria Lima de Carvalho 
  A força da Palavra 
Textos publicados pelo autor em «O Conquistador», entre 22 de março de 1991 e 10 de dezembro de 2020. «Organizado por uma equipa liderada pela Conservadora do Museu de Alberto Sampaio e daquele palácio, Isabel Maria Fernandes, o volume, editado com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, é constituído por textos de cariz diverso sobre a cidade de Guimarães, o concelho, a região, o mundo, a Igreja local e universal, personalidades e entidades várias, reveladores de um testemunho de humanidade e de Fé em Deus e nos homens» (Silva Araújo).
Saiba mais.

Imagem

  Dário Pedroso, SJ 
  Amar o que tu amaste 
«Este livro, se assim posso chamá-lo, diria mais, este testemunho de vida, saído do coração e da sabedoria espiritual do Padre Dário Pedroso, jesuíta, bem conhecido entre nós, é dirigido a todos aqueles que conhecem ou não, a vida de Maria Rivier, Fundadora das Irmãs da Apresentação de Maria. É dirigido a todos aqueles que se sentem atraídos pelo Absoluto, pela Beleza do Deus Vivo, Criador e Salvador de toda a humanidade e de todas as coisas. A todos aqueles que procuram caminhos novos, que desejam construir uma nova cultura, uma nova humanidade. Aos que procuram novos objetivos, novas respostas para os grandes problemas do nosso tempo.»
Saiba mais.

Imagem

  James Martin, SJ 
  Aprender a orar 
«O autor, que é bestselling do New York Times e que tem publicado, em Paulinas Editora, o êxito editorial “Jesus Passo a Passo”, explica-nos, agora, como todos podem ter um relacionamento íntimo com Deus por meio da oração. O presente livro é um guia, e nele o Pe. Martin oferece-nos uma Cartilha sobre a rica história de diferentes modos de orar. Não existe uma fórmula secreta para a oração, pois, como ele afirma, cada um tem de descobrir a maneira que melhor funciona para si. Neste acessível e entusiasmante livro, tomamos conhecimento do que acontece quando oramos e, ainda mais, que a oração é acessível a qualquer pessoa – do buscador duvidoso ao crente devoto. Tudo o que é necessário é a disponibilidade para a abertura do coração.»
Saiba mais.

Imagem

  Ordem da Imaculada Conceição 
  Beato Amadeu da Silva 
«Gostas de contos sobre cavaleiros valentes que combateram corajosamente para chegar à vitória? Então, tens o livro certo nas mãos. O que nem sequer imaginas é que a vitória começou com uma queda em plena batalha… e o que parecia ser uma derrota, afinal vai levar este jovem, chamado Amadeu, a descobrir um Reino que dura para sempre, pelo qual decide lutar toda a sua vida. Se queres saber de onde veio a força para ele voar mais alto só tens de abrir o livro e logo saberás porquê? Chegou o momento de saberes te que o grande Rei também conta contigo, Ele que disse “Deixai vir a mim as crianças pois delas é o Reino dos Céus.” (Mt 19,14).»
Saiba mais.

Imagem

  José Manuel Cordeiro 
  Caroço de cereja 
O volume «é uma compilação das homilias da Missa Crismal proferidas na Catedral nestes dez anos». «Nos últimos dez anos, a preparação e a celebração litúrgica da Missa Crismal, na igreja Catedral de Bragança-Miranda, “teve o efeito de caroço de cereja, girando na boca todos os dias do ano, como expressão da sinodalidade eclesial, a começar com a desafiante sinodalidade presbiteral”». «Além das homilias da Missa Crismal, o livro, cuja capa alude às 18 unidades pastorais da Diocese, conta também com a homilia da celebração dos 25 anos da sua ordenação presbiteral.»
Saiba mais.

Imagem

  Adrien Candiard 
  Carta a Filémon 
«A moral, atualmente, tem má imprensa, mas as suas questões estão mais presentes do que nunca. Quem as coloca são pessoas que se esforçam por viver bem, agir bem, e que, para isso, se debatem o melhor que podem com o grande bazar contraditório dos seus desejos, das suas convicções, dos seus deveres, dos seus apetites, esforçando-se por introduzir o real complicado em categorias simples: o permitido, o proibido, o obrigatório. Num dos livros mais curtos da Bíblia, a carta que escreve ao seu amigo Filémon a propósito da liberdade de um escravo, o apóstolo Paulo abre um caminho totalmente diferente: o duma liberdade autêntica e exigente, sob a condução do Espírito Santo. É esse o caminho magnífico que este livro redescobre.»
Saiba mais.

Imagem

  AA. VV. 
  Celebração do Tempo 2022 
«Apresenta-se a nova edição da Celebração do Tempo para 2022, desta vez, em duas versões linguísticas (portuguesa e inglesa). Nas suas 32 páginas, reúnem-se 11 calendários religiosos correspondentes aos ciclos litúrgicos anuais das 7 religiões com maior implantação e número de seguidores, em Portugal (algumas com variadas tradições). Para além das grelhas com as efemérides religiosas e correspondentes explicações sobre a diversidade calendarística, assim como conteúdos sumariados sobre a história, doutrina, símbolos, textos sagrados de cada religião, o calendário contém ainda: elementares informações cosmológicas dos ciclos solar (equinócios e solstícios) e lunar (fases); dias nacionais dos países da Comunidade; datas celebrativas especialmente indicadas pelas instâncias internacionais (ONU e UNESCO) e nacionais (ACM e feriados civis da República). Em cada mês, oferece-se ainda um conteúdo literário produzido por autoridade de cada tradição religiosa que reflete uma temática comum que, em 2022, tem o seu enfoque nos Direitos Humanos.»
Saiba mais.

Imagem

  Luiza Andaluz 
  Correspondência para Irmãs da Congregação 
«O presente livro reúne 33 cartas inéditas que Luiza Andaluz, a fundadora da Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima, endereçou ao longo de vários anos (1923-1968) às suas companheiras de vida e de missão. A forma como Luiza Andaluz comunica com as mulheres que mais de perto partilharam com ela esse projeto comum e os assuntos tratados na correspondência que lhes endereça são uma forma de conhecer melhor e mais profundamente a densidade e a complexidade da pessoa e da obra da fundadora desta congregação portuguesa que se prepara para comemorar 100 anos de existência.»
Saiba mais.

Imagem

  Santo Agostinho 
  Da Interpretação do Génesis dois livros contra os maniqueus. Da interpretação literal do Génesis uma obra inacabada 
«Santo Agostinho tentou a interpretação dos capítulos iniciais do Génesis por cinco vezes ao longo da sua vida. Estes textos agora disponibilizados ao público correspondem às duas primeiras tentativas e foram redigidos pouco após o seu Batismo na Páscoa de 387. Neles encontramos um jovem Agostinho que, apesar da novidade da experiência da fé, domina já com desenvolta paixão muitos dos temas (a bondade da criação, a liberdade do homem, a Trindade e a Graça) a que regressará vezes sem conta nas obras da sua maturidade intelectual.»
Saiba mais.

Imagem

  Ana Dias 
  Do dia de Natal… aos outros dias 
«Um livro para descobrir a beleza dos textos litúrgicos do dia de Natal, a partir do método de oração Lectio Divina. Na primeira parte, o leitor conhecerá em profundidade este processo de leitura e meditação da Palavra de Deus nos 9 passos que o compõem: Statio, Lectio, Meditatio, Contemplatio, Oratio, Collatio, Discretio, Consolatio e Actio. Na segunda parte, a Lectio Divina será aplicada aos quatro conjuntos de textos usados na liturgia do dia de Natal: Eucaristia da Vigília, Eucaristia da noite, Eucaristia da Aurora e Eucaristia do Dia. Para cada uma das quatro leituras propostas (1ª leitura, salmo, 2ª leitura e evangelho) a autora faz contextualização literária, estrutural e teológica auxiliada por contributos de exegese bíblica. Após cada um dos textos do evangelho, a autora prossegue com os restantes passos da lectio divina.»
Saiba mais.

Imagem

  Paula Borges Santos 
  Dom António Ribeiro 
«“Com teologias diferentes e diferentes critérios sociológicos, podemos ter muito zelo apostólico, multiplicar iniciativas e atividades, mas chegaremos irremediavelmente a pontos diferentes.” Dom António Ribeiro acentuou sempre o dever de empenhamento e de participação da Igreja na construção de uma sociedade justa e pluralista.»
Saiba mais.

Imagem

  Rui Alberto 
  Esperamos com alegria o Senhor que vem 
«Uma breve celebração para cada um dos nove dias que antecedem o Natal. De que forma podemos esperar pela chegada do Salvador? É esta a pergunta que orienta as meditações diárias. Para cada dia desta etapa final do Advento oferecemos: introdução: palavras breves que ajudam a comunidade a sintonizar-se com um aspeto do mistério que vamos meditar e celebrar; escutamos a Palavra de Deus: um texto da Sagrada Escritura, do Antigo ou do Novo Testamento; refletimos: apontamentos breves para aprofundar o sentido da Palavra de Deus escutada; rezamos juntos: preces para rezarmos juntos, ao estilo da oração dos fiéis; oração: um texto mais longo de oração para escutar.»
Saiba mais.

Imagem

  Charles Delhez 
  Jesus 
«Eis um retrato fiel, cheio de vida e de verdade, para conheceres melhor Jesus! Porque é que Jesus veio à Terra? Quem é o pai de Jesus? São José ou Deus? Jesus apaixonou-Se? E teve filhos? Jesus curava toda a gente? Quando é que vamos voltar a vê-l’O? Tal como em "Deus Existe? e Rezar é Fácil", Charles Delhez responde com franqueza, inteligência e simplicidade às perguntas dos jovens. Respostas que fazem crescer o espírito e o coração!»
Saiba mais.

Imagem

  Eugénio Fonseca 
  Jesus representa todos os pobres 
«“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para anunciar a Boa-Nova aos Pobres.” Foi com estas palavras que Jesus deu início à sua vida pública. A palavra «pobre», definidora da condição dos carentes, alargou o âmbito do seu conceito, pois passou a abranger a totalidade da condição humana. Toda a Humanidade carece de um olhar de misericórdia e de compaixão, e esse é apanágio divino. Jesus fez esse anúncio e perpetuou-o na ação dos seus seguidores. É dessa experiência que nos fala o autor, que também aponta sinais para identificar as debilidades a acudir.»
Saiba mais.

Imagem

  James D. G. Dunn 
  Jesus segundo o Novo Testamento 
«O teólogo e biblista britânico James D. G. Dunn é reconhecido mundialmente pelas suas inúmeras publicações e ensaios no âmbito bíblico, especialmente no estudo do Novo Testamento e dos escritos paulinos. Neste livro, e numa linguagem simples, direta e objetiva, acessível a um público leigo, o autor reflete sobre Jesus, permitindo-nos conhecê-l’O. Dunn concentra os seus mais de cinquenta anos de estudos na elucidação do testemunho do Novo Testamento sobre Jesus que vai do Evangelho de Mateus ao Livro do Apocalipse. O Jesus de Dunn, de acordo com o Novo Testamento, aponta constantemente para as maravilhas daquelas primeiras testemunhas e enriquece muito a nossa compreensão sobre o Messias.»
Saiba mais.

Imagem

  Papa Francisco 
  Liturgia da Palavra – Ano C 
«Com a proximidade do novo ano litúrgico, reúnem-se aqui as reflexões do Santo Padre especialmente selecionadas e proferidas em diversos contextos, mas tendo presente as motivações temáticas de cada Domingo ou Solenidade do Ano C. Para além do proveito pessoal que estes textos representam, constituem-se ainda como fonte de inspiração homilética para todos os que desempenham as funções da exposição interpretativa da Palavra que "entra pelos ouvidos, chega ao coração e vai às mãos, às boas obras", como tão bem sublinha o papa Francisco na Introdução.»
Saiba mais.

Imagem

  Dário Pedroso, SJ 
  Meditar e rezar o Advento – Ano C 
«O livro de meditações que o padre Dário propõe é um subsídio que acompanha todo o Tempo do Advento. Numa linguagem simples, mas de profunda experiência pastoral e espiritual, traça-nos, em poucas linhas, um grande exercício espiritual e orante, além de uma proposta de oração pessoal ou comunitária segundo o espírito da Coroa do Advento.»
Saiba mais.

Imagem

  Sérgio Leal 
  O caminho sinodal com o papa Francisco 
«A importância do presente livro poderia apenas fundar-se nas palavras do Papa Francisco: «O caminho da sinodalidade é, precisamente, o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milénio.» Mas em que consiste a sinodalidade? É a resposta a esta pergunta que leva o autor a aprofundar esta dinâmica harmoniosa da sinfonia sinodal que se pretende e que ele identifica como a premência de um estilo novo de ser Igreja, em permanente caminho de conversão pastoral. Ora, então, houve que identificar diretrizes e subliminares ecos dessa inquietação do Papa, com o propósito de promover correspondências de empenhamento frutuoso.»
Saiba mais.

Imagem

  D. António Ribeiro 
  O cardeal Ribeiro com os jovens 
«Assinalando as bodas de ouro da nomeação de D. António Ribeiro como patriarca de Lisboa e a sua respetiva entrada na diocese, o cabido da Sé Patriarcal decidiu propor a publicação deste livro, que reúne um conjunto de textos, na sua maioria homilias, dirigidos aos jovens. Salvo algumas exceções relacionadas com eventos de maior projeção diocesana, apesar de particularmente dirigidos à juventude, o patriarca Ribeiro fugia dos textos escritos. Às vezes nem os tinha e falava da abundância do coração. Uma das preocupações do serviço diocesano era fazer chegar aos jovens a voz do seu bispo, sobretudo quando ele se lhes dirigia diretamente, e por isso gravaram-se as intervenções do patriarca de Lisboa, sempre que tal foi possível. Daí a oralidade e o tom coloquial, muitas vezes por demais evidente, que subjaz a estes textos, que só esporadicamente receberam um ou outro retoque. (…) Lendo estes textos, dispostos ao ritmo dos eventos que foram marcando a pastoral juvenil na diocese de Lisboa depois da criação do Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil, e muitas vezes “inventados” pelo patriarca Ribeiro, quase que se consegue adivinhar o dinamismo que ele quis imprimir à presença da Igreja com os jovens, que assumia na primeira pessoa.»
Saiba mais.

Imagem

  N. T. Wright 
  O debate sobre São Paulo 
«“O Debate sobre São Paulo” é uma obra essencial para quem quer que deseje conhecer o pensamento de um dos teólogos mais produtivos e mais interessantes das últimas décadas. O primeiro capítulo aborda a questão da coerência teológica de São Paulo, particularmente a forma como o seu contexto judaico e a história de Israel que ele herdou interagiram com aquilo em que ele viria a acreditar acerca de Jesus, ou seja uma história cristológica. O segundo capítulo trata do debate sobre os antecedentes, origens e implicações da cristologia de São Paulo. No terceiro capítulo ganham especial destaque as questões da Aliança e do cosmos, as questões narrativas e apocalíticas. O quarto capítulo centra-se na questão de saber se a justificação pertence à soteriologia ou à eclesiologia paulina, ou eventualmente a ambas. Por fim, o último capítulo lança o debate sobre o método, tanto de São Paulo como nosso, ao mesmo tempo que apresenta a problemática da descoberta e da apresentação, mais uma vez tanto de São Paulo como nossas.»
Saiba mais.

Imagem

  Román Llamas Martínez 
  O Evangelho de São José 
«Este livro estuda aquilo que o Evangelho nos diz sobre São José, pois é a melhor fonte para conhecermos a pessoa e a missão do esposo de Maria e pai de Jesus. Nas suas páginas, recolhe a semente que o Espírito Santo semeou no Evangelho, para que fosse depois desenvolvida pelo sentir da fé dos crentes, pela reflexão teológica e pela experiência mística, que o autor conhece e estudou em profundidade. O carmelita Román Llamas Martínez, biblista e estudioso da figura de São José, bebendo nas melhores fontes, pretende levar o leitor a aprofundar e a meditar no conteúdo das palavras evangélicas para o conduzir a um amor maior e um conhecimento mais profundo da pessoa de São José.»
Saiba mais.

Imagem

  Anselmo Borges 
  O mundo e a Igreja. Que futuro? 
«Os dois princípios entrecruzados, que têm de animar a todos são: por um lado, o amor, a bondade, por outro, a razão, a inteligência. A bondade sem a inteligência não abre caminhos novos e pode inclusivamente causar imensos estragos irreparáveis; a inteligência sem a bondade pode tornar-se cruel e fazer um sem-número de vítimas. A síntese é a razão sensível.»
Saiba mais.

Imagem

  Teresa Bartolomei 
  O poeta no inferno 
«Nos 700 anos da morte de Dante Alighieri, Teresa Bartolomei traz-nos um novo título da coleção Argumento, num “exercício assumido de concisão”. Uma relação entre Literatura e Religião numa abordagem hermenêutica entre o Canto I do “Inferno” de Dante e um poema dedicado por Jorie Graham ao fresco da “Nossa Senhora do Parto” de Piero della Francesca. Este argumento nasce pela convicção da extraordinária influência da "Divina Comédia" na tradição literária e religiosa ocidental que nos chega, aqui, ao século XXI com a aproximação a Graham como “uma das vozes fundamentais do humanismo ocidental”.»
Saiba mais.

Imagem

  Maria da Conceição Sousa 
  O santo padre Cruz 
«À revelia dos atropelos de natureza ideológica e política a que esteve sujeito, o Santo Padre Cruz impôs a sua ação e presença em quadros de dramatismo humano extremo, sem acautelar a sua própria integridade, mas apenas movido pela inquietação de ajudar na necessidade alheia. Fez-se presente em antros de miséria (humana e moral), na cabeceira dos acometidos de pestilência e dor, e na visita a presidiários, como também em longas horas nos confessionários, a todos distribuindo esperança, conforto e auxílio, espiritual e material. Para que a memória prevaleça e se enriqueça, é desse comovente testemunho de vida que tratam estas páginas.»
Saiba mais.

Imagem

  Ignasi Miranda 
  Orações de tu a tu 
«“Orações tu a tu” é um itinerário de leitura orante da Bíblia. Partindo da Liturgia da Palavra, o autor sugere uma oração que pode ser lida individualmente, em família, em grupo ou em comunidade. São palavras simples, que nos motivam espiritualmente e nos colocam na presença de Deus. Com profundidade e proximidade, em cada semana, reencontramos a esperança que apenas um diálogo “Tu a tu “ nos pode dar. Para cada Domingo e dia festivo do ano litúrgico C, o livro apresenta: a indicação das leituras (1ª, 2ª e Evangelho); um pequeno texto meditativo; uma oração.»
Saiba mais.

Imagem

  Johan Ickx 
  Os judeus de Pio XII 
«Do diretor do Arquivo Histórico da Secretaria de Estado do Vaticano, esta obra inclui revelações e documentos inéditos. O círculo íntimo de Pio XII e a sua atuação durante a Segunda Guerra Mundial. O que sabia Pio XII acerca das atrocidades cometidas durante a guerra e quando foi informado delas? A Santa Sé terá feito tudo o que estava ao seu alcance para ajudar as vítimas da barbárie nazi? Em 2 de março de 1939, o cardeal Eugenio Pacelli foi eleito papa, assumindo o nome de Pio XII. Coube-lhe, portanto, a tarefa de liderar a Igreja nos anos terríveis da Segunda Guerra Mundial. Quando o conflito terminou, Pio XII foi saudado como o salvador de Roma: políticos e personalidades do mundo judaico foram unânimes em elogiar a sua atuação durante esses anos difíceis. Pouco depois, no entanto, começou a espalhar-se a “acusação de silêncio”: segundo esta, ao não se pronunciar sobre o horror dos campos de concentração, Pio XII teria sido cúmplice dos nazis. A polémica em torno da figura de Pio XII manteve-se até hoje, dividindo opiniões entre fiéis e estudiosos. Em 2020, o papa Francisco abriu o arquivo do Vaticano, permitindo que documentos desse período pudessem ser consultados e que se esclarecesse de uma vez por todas a posição do papa e da Igreja Católica face ao nazismo.»
Saiba mais.

Imagem

  Gonçalo Miller Guerra, SJ 
  Padre Pedro Arrupe 
«A biografia do Padre Pedro Arrupe, que foi Superior Geral da Companhia de Jesus e cujo processo de beatificação foi introduzido recentemente em Roma. O livro inclui um marcador com uma oração a pedir graças e a beatificação de Padre Arrupe.»
Saiba mais.

Imagem

  João Seabra 
  Pombal contra Roma 
«Neste livro, o Padre João Seabra apresenta um estudo profundo e rigoroso sobre um momento fundamental da história da relação entre a Igreja e o Estado em Portugal: o pombalismo e a obra do seu ideólogo nas questões eclesiais, o Padre António Pereira de Figueiredo, que serão precursores da política eclesiástica do liberalismo e da Primeira República. Sebastião José de Carvalho e Melo, marquês de Pombal, teve um influxo decisivo na Igreja portuguesa: pela perseguição aos jesuítas; pela reforma dos estudos teológicos; pela divisão e reordenamento político das dioceses; pela sujeição política da Inquisição e da censura dos livros; pela domesticação violenta do episcopado, através da perseguição encarniçada aos contrários e da sistemática nomeação de cúmplices para as sés portuguesas; e sobretudo pelo combate persistente à autoridade do papa, centro de unidade da Igreja Católica, que o levará, em 1760, no pontificado de Clemente XIII, a uma rotura de dez anos com a Santa Sé. O Padre António Pereira de Figueiredo, na sua obra Tentativa Teológica, impôs-se no país como doutrinador da reforma eclesial de Pombal e projectou-se na Europa como um dos nomes importantes do movimento regalista.» Livro a lançar em 2 de dezembro.
Saiba mais.

Imagem

  P. Emanuel Brandão 
  Que belo e sublime é o amor 
«Mais que um contributo de explanação teológica sobre o sacramento do Matrimónio, o autor, sem descurar essa ordem, tem o condão de organizar um bem profícuo discurso sobre aqueles aspetos da relação amorosa, determinantes da exaltação singular e bem íntima que experienciam os afortunados pelo enlevo das dimensões do Belo e do Sublime, pois só nesse registo se pode compreender o compromisso e a fidelidade que lastram o acordo nupcial e que se constitui como sinal sacramental. Com Prefácio do Cardeal D. António Marto.»
Saiba mais.

Imagem

  Mons. Vítor Feytor Pinto 
  Respostas em família 
«Desde 2015, o padre Feytor Pinto, como gostava de ser chamado, colabora com a revista “Família Cristã”, da Paulus Editora, sendo o responsável pelas páginas do “Diálogo com o Padre”. O autor dizia escrever “para toda a gente que me possa ler”. Essa era uma das suas preocupações, porque “a ‘Família Cristã’ é lida por muita gente não-cristã e, portanto, é muito interessante responder de uma maneira muito universal”. Ao longo dos anos, as perguntas foram muito diferentes e vão desde temas teológicos, pastorais até a questões de atualidade. A todas, o Mons. Vítor Feytor Pinto respondia com “uma grande alegria”. Assim, este livro quer ajudar o leitor a refletir e encontrar repostas que nem sempre são fáceis de encontrá-las ou tempo de perguntar a um sacerdote. O livro é dividido em 5 capítulos, a saber: Um olhar cristão; Questões sobre a fé; Vida e Sacramentos, Perspectivas Pastorais e Nossa Senhora.»
Saiba mais.

Imagem

  AA. VV. 
  Rezar no Advento 
«Um livro de oração, a cores, para o tempo do Advento. A partir de uma frase bíblica retirada da liturgia do dia, sugere-se uma meditação e uma oração. A imagem a cores ajuda à contemplação. No início de cada semana, sugere uma oração familiar para o momento em que se acendem as velas do Advento.»
Saiba mais.

Imagem

  Pedro Miguel Lamet, SJ 
  Saborear e saber 
«Pedro Miguel Lamet recolhe, da sabedoria universal, saberes e sabores que revelam segredos de alegria e vida plena, para que cada um se torne sempre mais «aquilo que é». Uma obra para momentos especiais, de leitura espaçada e meditação prolongada.»
Saiba mais.

Imagem

  Papa Francisco 
  São José 
«É habitual recorrer a São José para lhe confiar necessidades materiais de vários tipos: preocupações financeiras, procura de casa ou de trabalho… Inúmeros testemunhos de orações de intercessão a São José forjaram a sua reputação de santo capaz de desbloquear as situações humanas mais complicadas. Mas São José é também um grande mestre espiritual. Apoiando-se nas meditações do Papa Francisco na sua carta apostólica Patris Corde (“com coração de pai”), de 8 de dezembro de 2020, o percurso que este livro propõe convida-nos a seguir durante nove dias os passos de São José, o homem que foi julgado digno de ser pai e educador do Filho de Deus.»
Saiba mais.

Imagem

  Alfio Mandelli 
  Totus tuus 
«“A consagração a Jesus pelas mãos de Maria proposta por Montfort, está na origem do caminho que pretendemos percorrer. Maria é o segredo de santidade: entregando-nos a ela, entregamo-nos completamente a Cristo. Esta entrega não é apenas um dom vindo do Céu, mas é também, um desejo que se levanta da terra. A consagração é um encontro desejado, uma descoberta e uma meta que se atinge.” Agora em edição portuguesa, este itinerário de fé e consagração facilitará a todos os filhos e filhas da Igreja a viverem de forma intensa o seu caminho de consagração seguindo os passos de São Luís de Montfort.»
Saiba mais.

Imagem

  António Abel Canavarro (coord.) 
  Um só Corpo… Um só Batismo 
«“Um Só Corpo... Um Só Batismo (EF 4,4-5) – A Diversidade dos Carismas e a Construção da Comunhão” foi o tema das Jornadas de Teologia de 2021. Tendo como preocupação olhar a realidade eclesial em que vivemos e os obstáculos que se colocam para viver a identidade crente, pessoal e comunitariamente, os textos deste volume procuram promover a reflexão sobre a diversidade dos carismas que encontram a sua origem na condição batismal e a construção da comunhão na Igreja como desafio pastoral em tempos de caminhada sinodal.»
Saiba mais.

Imagem

  Papa Francisco 
  Uma grande alegria 
«Livro com ilustrações a cores com meditações do Papa Francisco sobre o Natal. “Um filho nos foi dado. Sois Vós, Jesus, o Filho que me torna filho. Amais-me como sou, não como eu me sonho ser. Bem o sei! Abraçando-Vos, Menino da manjedoura, reabraço a minha vida. Acolhendo-Vos, Pão de vida, também eu quero dar a minha vida. Vós que me salvais, ensinai-me a servir. Vós que não me deixais sozinho, ajudai-me a consolar os vossos irmãos, porque, a partir desta noite – como Vós sabeis – são todos meus irmãos” (Papa Francisco).»
Saiba mais.

Imagem

  Margarida Cordo, Aires Gameiro 
  Voar na fantasia 
«Escritas em contextos diversos, as narrativas estão organizadas em diferentes temáticas: contos de vida; contos de tempo; contos de gratidão; contos de além; contos de partilha; contos surpreendentes; contos de Natal. Através da fantasia, os autores desafiam o leitor a ler ou a reler as suas vivências de forma crítica e desafiante. As histórias aparentemente simples, ajudam quem as lê a perceber que a vida é única, cheia de momentos irrepetíveis e que são os afetos e as amizades que construímos que nos edificam e nos alimentam.»
Saiba mais.


Sinopses fornecidas pelas editoras
Edição: Rui Jorge Martins
Atualizado em 26.11.2021

 

 

Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos