Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Pandemia não interrompeu tradição de sete séculos numa das mais belas capelas do mundo

O bispo da cidade de Pádua, D. Claudio Cipolla, manteve hoje uma tradição com quase sete séculos, a celebração da missa numa das mais belas capelas do mundo, ainda que, por causa da pandemia, a eucaristia tivesse decorrido à porta fechada, com transmissão pela internet.

Desde os inícios do século XIV que no dia da Anunciação, 25 de março, o prelado da cidade onde morreu Santo António de Lisboa preside à missa na capela Scrovegni, assim denominada em recordação do apelido familiar do homem que a encomendou, e com ela os frescos que cobrem paredes e teto, e que constituem uma das obras-primas da arte ocidental.

Também conhecida como a capela Arena, dado que foi construída num terreno onde se ergueu uma arena no tempo dos Romanos, a capela é adjacente a um mosteiro agostiniano, e integra o museu de Pádua.



Imagem Capela Scrovegni | D.R.


Enrico Scrovegni, banqueiro de Pádua, comprou o terreno e encomendou ao renomado pintor e arquiteto Giotto de Bondone um ciclo de frescos, a maior parte dos quais centrados na Virgem Maria e no seu papel na história da revelação cristã.

Antes desta encomenda, Giotto tinha trabalhado para os frades franciscanos em Assis e Rimini, e residiu em Pádua durante vários anos a trabalhar na basílica de Santo António, nomeadamente na Sala do Capítulo e na Capela das Bênçãos.

Antes da da capela dedicada a Santa Maria da Caridade ter sido concluída, em 1303 – foi consagrada dois anos depois –, o terreno foi usado para a realização de procissões, e acolheu, durante quase uma geração, uma encenação da anunciação à Virgem Maria.



Imagem Capela Scrovegni | D.R.


«O anúncio feito a Maria pelo arcanjo Gabriel é o sinal da caridade de Deus, e celebrando-o na capela confirmamos a fé da nossa Igreja na caridade de Deus, no seu amor por nós, inclusive num tempo de dificuldade como o que estamos a viver», observou o bispo, ao anunciar a celebração.

D. Cipolla considera que a situação atual marca o regresso «a uma dimensão muito séria e profunda» da fé: «Deus quer-nos bem, e pedimos para saber reconhecer o seu amor em todos os contextos, mesmo naqueles em que a natureza e a história se nos apresentam difíceis».

Também hoje a Universidade de Pádua publicou no seu canal no YouTube um filme promovido pela comissão científica interdisciplinar para a conservação e gestão da capela, que explora as fases da sua história da capela e os restauros a que foi submetida, desde o século XIX à atualidade.






 

Elise Ann Allen
In Crux
Trad. / redação: Rui Jorge Martins
Imagem: Capela Scrovegni, Pádua, Itália
Publicado em 25.03.2020

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos