Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa Francisco encontrou-se com cantor Sting

O papa encontrou-se hoje com o cantor inglês Sting, detentor de 16 prémios Grammy e vocalista da antiga rock banda The Police, durante a audiência geral que decorreu no Vaticano.

Gordon Matthew Thomas Sumner, que em 1985 lançou uma carreira a solo como compositor e intérprete, assina o tema principal do espetáculo “Juízo final – Miguel Ângelo e os segredos da capela Sistina”, em exibição no auditório da Conciliação, próximo do Vaticano.

O icónico músico de 66 anos, acompanhado pela mulher, Trudie Styler, com quem é casado há 26, saudou Francisco e de seguida participou numa visita à capela Sistina e aos museus do Vaticano, guiada pela sua diretora, Barbara Jatta.

O espetáculo multimédia em que Sting colabora estreou-se em março, tendo sido criado pelo italiano Marco Balich, produtor executivo da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (2016) e diretor artístico da cerimónia de encerramento das Olimpíadas de Sochi (2014).



A encenação oferece uma narrativa em 270 graus da história da criação da capela Sistina, através da projeção em definição 4k, conduzindo o espetador através da vida de Miguel Ângelo e da sua relação com os papas Júlio II e Clemente VII



Entre as peças compostas por Sting inclui-se um “Dies irae”, em latim, em que canta acompanhado por um coro.

«Os géneros de músicas que ele concebeu para o espetáculo são tão impressionantes e bem desenhados, tão bem concebidos para esse espetáculo específico, que se pode dizer que ele é uma pessoa de sensibilidade e tem algo em seu coração», declarou Barbara Jatta.

Em entrevista telefónica à página “Crux”, a responsável sublinhou que «há algo na sua alma que lhe permite conceber uma música tão maravilhosa e perfeita para o final do espetáculo».

Disponível em nove idiomas, a encenação oferece uma narrativa em 270 graus da história da criação da capela Sistina, através da projeção em definição 4k, conduzindo o espetador através da vida de Miguel Ângelo e da sua relação com os papas Júlio II e Clemente VII e conclui com a narração do conclave, concluindo-se com a eleição de um novo pontífice, tendo como cenário os frescos da capela Sistina.

Conscientes de que o espetáculo, apesar da tecnologia a que recorre, não se compara ao contacto direto com a capela, os organizadores vendem bilhetes para uma visita noturna à Sistina, longe do calor e das multidões que a visitam durante o dia.














 

Rui Jorge Martins
Fontes: Crux, Daily Mail
Imagem: Gregorio Borgia/AP | D.R.
Publicado em 08.08.2018

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos