Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

«Aquilo que eu vos deixo»: O legado de Maria da Conceição Moita

Gostava de vos deixar sobretudo a certeza de quanto vos amei,
com toda a ternura, por vezes com falta de jeito.
Se vos magoei nalgum momento, mesmo sem intenção, peço desculpas.

Queria muito que guardassem de mim esta ideia – só vale a pena viver com um encantamento, com um sentido. Persegui-lo é o mais importante.
E saber que na vida, todo o bem é possível.
E que a frescura do riso é coisa a não perder.
E os amigos, o dom surpreendente de cada dia.

Que a grande tarefa é ir fazendo mais humano o tecido das relações, no tempo que nos é dado. E gastar a vida, a transformar o mundo que espera pela justiça e pela fraternidade.
Não deixar, a todo o custo, endurecer o coração. Porque o amor é de tudo o mais importante. Dá sentido à vida e é mais forte que a morte.

Queria que soubessem que fui uma mulher feliz. E que fiz a experiência do sofrimento indizível. Parece contraditório, mas não é.

Trabalhei em projetos com um empenhamento que me iluminou a vida. Fiz caminho a caminhar.
Tive a grande dádiva de ter comigo uma Mão que sempre me salvou. E é bem verdade que conheci a alegria mais funda.
É na certeza limpa e leve que parto, sabendo que na vida não existem ruturas e acreditando que o que me espera é a plenitude do que procuro, sem ser possível imaginar.

Obrigada por tudo quanto me deram. Gratuitamente.

Até sempre.

Xexão


 

Maria da Conceição Moita
Imagem: Maria da Conceição Moita | © Cristina Brito/7 Margens
Publicado em 02.04.2021

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos