Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Fátima, espiritualidade e desenho

Imagem © Mário Linhares / Fátima XXI

Fátima, espiritualidade e desenho

O artista gráfico Mário Linhares foi convidado a ir desenhar e escrever ao Santuário da Cova da Iria. O resultado de três dias de imersão na espiritualidade mariana, 13 desenhos acompanhados de texto, de que apresentamos um excerto, foi publicado na mais recente edição da "Fátima XXI", revista cultural do Santuário

 

Caminho das promessas - 10 de julho de 2015

Sentei-me a meio do caminho das promessas, aquele que está protegido por pedra polida para que os joelhos dos peregrinos não sofram com a rugosidade do alcatrão, olhei para baixo e perdi-me na imensidão das pequenas texturas, laivos, veios e cores que cada pedra tem. Quantos joelhos não terão já passado por aqui. A pedra polida já ganhou outra dimensão com as milhares de pessoas que se comprometem a fazer este percurso por promessas feitas, na maior parte das vezes, quando já nada mais lhes vale a não ser Deus.

Desenhei pequenas marcas e depois passei a vela das promessas nas duas páginas com alguma força e sem nenhuma lógica particular. Com a aguarela, a cera castanha tornou-se branca e o que antes estava oculto revelou-se com toda a expressividade que me remete para a dor dos peregrinos.

Ficou uma página pouco óbvia, mas carregada de sentido. Durante uma hora passaram por mim várias pessoas de joelhos. Olhavam para o meu caderno e seguiam o seu caminho. A procura paciente pelo rigor dos pormenores da pedra que desenhei a caneta lembram-me o rigor do compromisso do peregrino de Fátima. A cor e a cera da vela mostram-me que a nossa vida tem muito mais nuances do que imaginamos e que, quanto mais cedo a entregarmos a Deus, mais depressa descobrimos a imensidão do que nos espera...

 

Procissão das velas - 10 e 12 de julho

Faz frio e já chego atrasado ao terço que antecede a procissão das velas. Este terço internacional é como uma viagem espiritual. Eslovaco, Coreano, Polaco, Vietnamita, além do Inglês, Francês, Espanhol e, claro, Português, lembram-me mais uma vez que a fé fala todas as línguas, junta pessoas desconhecidas como família, apenas porque têm o mesmo desejo ardente interior.

A procissão é essa viagem espiritual que me lembra as viagens do dia a dia, percursos tão conhecidos, mas sempre em cruzamento com novas pessoas, caminhos banais, mas sempre repletos de surpresas à espera de serem encontradas. Se cada caminho diário fosse feito como uma vela, como uma procissão, deixaria de ser comum, mas destacar-se-ia pela loucura de querermos ser luz. É este o convite que recebemos: a loucura de iluminar o dia a dia, ver nele a possibilidade de caminho e louvor a Deus e, com isso, contagiar tudo e todos, ainda que só pelo olhar, só pelo sorriso, só pela delicadeza. Esta procissão das velas tem esse mistério grande por desvendar: uma vela, só, ilumina muito, junto de outras ilumina muito mais, mas mas em caminho, em deslocação da nossa zona de conforto para uma outra incógnita, é um verdadeiro mistério de força coletiva!

 

Imagem© Mário Linhasres/Fátima XXI

 

Imagem© Mário Linhasres/Fátima XXI

 

Imagem© Mário Linhasres/Fátima XXI

 

Mário Linhares
Publicado em 02.11.2015

 

 

 
Imagem © Mário Linhares / Fátima XXI
A cor e a cera da vela mostram-me que a nossa vida tem muito mais nuances do que imaginamos e que, quanto mais cedo a entregarmos a Deus, mais depressa descobrimos a imensidão do que nos espera...
A procissão é essa viagem espiritual que me lembra as viagens do dia a dia, percursos tão conhecidos, mas sempre em cruzamento com novas pessoas, caminhos banais, mas sempre repletos de surpresas à espera de serem encontradas
Se cada caminho diário fosse feito como uma vela, como uma procissão, deixaria de ser comum, mas destacar-se-ia pela loucura de querermos ser luz. É este o convite que recebemos: a loucura de iluminar o dia a dia, ver nele a possibilidade de caminho e louvor a Deus e, com isso, contagiar tudo e todos
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos