A teologia visual da beleza
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosLigaçõesBrevesAgenda Arquivo

Arquitetura

Templo Expiatório da Sagrada Família, Barcelona: Fachada do Nascimento

O projeto do templo da Sagrada Família prevê três fachadas: Nascimento, Paixão (ambas já construídas) e Glória, a mais imponente.

A fachada do Nascimento foi construída nas duas últimas décadas do século XIX e no primeiro terço do século XX.

É composta de três grandes pórticos - o central (Caridade) mais alto que os laterais (Fé e Esperança) - e quatro torres. O conjunto rompe, em parte, como estilo gótico, sobretudo as torres.

FotoFachada do Nascimento

 

Imagem

1 - Tau (letra grega equivalente ao "T", dando forma a uma cruz)
2 - Cipreste
3 - Pelicano
5 - Penhasco de Montserrat, onde se localiza uma abadia
8 - Apóstolo Simão
9 - IHS: os significados atribuídos a este monograma referem-se a Cristo
10 - Anjos incensadores
12 - Apóstolo Judas Tadeu
13 - Providência

 

Imagem

4 - Apóstolo Barnabé
6 - S. José conduz a barca da Igreja
7 - Símbolo de S. José
11 - Coroação da Virgem
14 - Virgem Puríssima
15 - Símbolo da Virgem
16 - Apóstolo Matias
17 - S. José com "M" mariano
18 - Esponsais da Virgem
19 - Fuga para o Egito
20 - S. José e Jesus com os seus avós
21 - Matança dos inocentes
22 - Anjos trombeteiros
23 - Zodíaco
24 - Anunciação - Encarnação
25 - Estrela de Natal
26 - Anjos músicos
27 - Coro de anjos crianças
28 - Adoração dos reis
29 - Nascimento de Jesus
30 - Coluna genealógica de Jesus
31 - Adoração dos pastores
32 - Apresentação do Menino Jesus no Templo
33 - Jesus no Templo
34 - Visitação de Maria a Isabel
35 - Jesus na carpintaria
36 - Gárgulas: camaleões

37 - Tartarugas

 

FotoA Virgem e o Menino Jesus constitui o motivo central da fachada do Nascimento

 

Foto

 

Foto

 

FotoÀ esquerda e à direita da fachada encontram-se dois camaleões, que simbolizam a mudança constante da natureza

 

FotoDuas tartarugas - uma marinha, do lado voltado para o mar, e uma terrestre, do lado voltado para a montanha - "sustêm" as colunas; simbolizam a establidade do cosmos

 

FotoAnjo trombeteiro

 

Foto

 

FotoPórtico da Caridade

 

FotoO nascimento é sustentado por uma coluna-palmeira, com as folhas presas por uma cinta com a genealogia de Jesus.

 

 

FotoEm 1958, a 19 de março, dia em que a Igreja Católica evoca S. José, colocou-se sobre a coluna genealógica o conjunto do nascimento, realizado por Jaume Busquets

 

FotoGaudí utilizou pessoas do povo para criar os personagens da ornamentação. Os trabalhadores do templo, as suas famílias, crianças da escola paroquial, vizinhos, etc., passavam pelo local para serem retratados e servirem de modelo

 

Foto

 

FotoAdoração dos reis magos

 

FotoAdoração dos pastores

 

FotoDetalhe da cena da adoração dos pastores

 

FotoRepresentação da constelação de Carneiro, visível aquando da Anunciação e Encarnação (25 de março)

 

FotoCoroação de Maria

 

FotoPórtico da Esperança

 

FotoMatança dos inocentes: perante a súplica vã de uma mãe, um soldado pisa uma criança e prepara-se para esmagar um bebé

 

FotoEsponsais da Virgem Maria e S. José

 

FotoPenhasco de Montserrat, com a inscrição «Salva-nos», flanqueado pelos apóstolos Barnabé e Simão. Debaixo da rocha refugia-se a barca (Igreja) guiada por S. José

 

FotoPórtico da Fé

 

FotoVisitação: Maria junto a Isabel, mãe de João Baptista

 

FotoJesus trabalhando na carpintaria. Sobre a sua cabeça está uma simbólica abelha-obreira

 

FotoJesus, nos braços de Simão, é apresentado no templo, diante de Maria, José e a profetisa Ana. Em baixo, um cesto com as rolas devidas ao sacrifício ritual

 

FotoDivina Providência, representada pela mão e olho

 

FotoNo alto da fachada do Nascimento, o pináculo apresenta um cipreste, que coroa os três pórticos

 

FotoConjunto escultórico integrado pelo pelicano, dois anjos que seguram o pão e o vinho transubstanciados no Corpo e Sangue de Cristo; mais abaixo, o monograma rodeado por quatro anjos incensadores

 

FotoTendo por base a lenda de que o pelicano alimenta as suas crias com o sangue que faz jorrar do peito, esta ave tornou-se símbolo de Cristo e da Eucaristia

 

FotoO cipreste representa a vida imortal, e por esse motivo é escolhido para ornar os cemitérios. Na imagem, pombas brancas - almas puras - penduram-se no galho da árvore encimada pelo Tau

 

FotoA ponte por trás do cipreste alude ao escudo de armas de Leão XIII, Papa entre 1878 e 1903

 

Texto e fotografias: El Templo de La Sagrada Familia, ed. Triangle Postals
05.11.10

Imagem
Sagrada Família quando terminada

 

 

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Subscreva

 


 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página